PROJECTO PARA UM “MUNDO SEM DOENÇAS”.

O mundo chegou a um dos momentos mais cruciais da sua história: a luta da humanidade pelo direito de prevenir e conter a doença utilizando abordagens de saúde natural cientificamente comprovadas →.

No centro disto está a actual pandemia do coronavírus – e a tentativa da indústria farmacêutica multi-bilionária de abusar da crise para assegurar a sua supremacia e continuar o seu “negócio de investimento na doença”.

Abordagens de saúde natural baseadas na ciência – especialmente a ingestão óptima de micronutrientes – podem ajudar a pôr fim à actual pandemia em todo o mundo →. Porque reforçam as defesas imunitárias de todos, estas abordagens naturais são também, de uma perspectiva científica, a única forma eficaz de prevenir futuras pandemias.

pt

O último século e meio ficará marcado na história como a época em que um pequeno grupo de investidores financeiros globais tentou tomar o controlo de certos sectores-chave como o fornecimento global de energia e os cuidados de saúde, com apenas um objectivo: lucrar trilhões de dólares.

Os mercados globais petroquímicos (petróleo) e farmacêuticos (drogas) foram construídos pelos mesmos círculos de investimento e ainda hoje são controlados por eles. Agora estes dois mercados multimilionários correm o risco de entrar em colapso – em grande parte porque se baseiam em tecnologias desactualizadas.

Na energia, os recursos limitados de combustíveis fósseis estão a ser substituídos por fontes de energia renováveis ilimitadas. Ao mesmo tempo, no campo da saúde humana, tecnologias farmacêuticas obsoletas que apenas interferem com processos de doenças indesejadas estão a ser substituídas por moléculas bioactivas naturais capazes de prevenir doenças através da optimização da função (metabolismo) das células do nosso corpo.

A implementação global deste conhecimento → é a única forma cientificamente comprovada e economicamente acessível de eliminar doenças nos seres humanos, tais como ataques cardíacos, AVC, cancros metastáticos, bem como a pandemia do coronavírus. Todas estas doenças são quase desconhecidas em outros seres vivos.

Esta análise simples → permite aos decisores políticos e centenas de milhões de pessoas em todo o mundo pôr fim a uma era de dependência desastrosa de tecnologias obsoletas que só existem porque as alternativas foram artificialmente suprimidas durante décadas por um exército global de lobistas na política, meios de comunicação, indústria e medicina.

Estes sites documentam que os líderes mundiais → foram informados desta análise, bem como de avanços científicos no campo da saúde natural baseada na ciência.

Cabe agora aos povos do mundo agir e libertar-se destas dependências economicamente opressivas a longo prazo – de uma forma esclarecida e pacífica.

Este site fornece o projecto para alcançar o próximo objectivo que unirá toda a humanidade: o direito dos nossos filhos e netos a viverem num “mundo sem doenças”.

Apelo ao Secretário-Geral da ONU, António Guterres pelo Dr. Matthias Rath
Apelo ao povo e aos governos do mundo

Vamos construir um ‘Mundo sem Doenças’ – Agora!

Esta Carta Aberta destina-se a informar a ONU e o mundo sobre os seguintes factos:

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário